Sem rumo depois do desemprego

Sem rumo depois do desemprego

Com 13,5 milhões de pessoas desempregadas, segundo os principais jornais do país, a situação das pessoas está cada vez mais desesperadora e aflitiva, devido a falta de perspectivas em um novo emprego, na melhor das hipóteses, um subemprego seria muito bem vindo.

Mas e o que dizer de um novo negócio?

É justamente nestas horas, que temos as grandes ideias e vontade de seguir nosso próprio caminho. Muitas vezes, temos excelentes ideias enquanto estamos trabalhando para alguém e nunca é aplicada simplesmente porque não tem espaço para a inovação dentro da empresa. Outras vezes, temos ideias mas elas são substituídas por outras, sucessivamente, sem que consigamos desenvolvê-las. Em outras situações, vemos que temos potencial, mas não temos tempo para trabalhar com ela, pois estamos 40 horas semanais no emprego, que nos dá tão pouco retorno em termos de satisfação e de valor monetário.

Bem, e agora que você está desempregada? Agora que há a possibilidade de pensar no novo produto ou serviço, no entanto, a perda da segurança do emprego fixo gera aflição demais para concentrar em desenvolver aquele produto que poderá realizar aquele sonho de ser dono do nosso próprio nariz.

Sim! Agora é o momento!

A crise chegou e instalou e só vai começar a terminar quando um grupo de pessoas, individualmente, criar novas formas de negociar com novos produtos, novos serviços. É a soma dos recursos intelectuais e financeiros dos indivíduos que faz os recursos crescerem e se espalharem na economia. Isso é inovação. Por que ela provoca uma nova maneira de se fazer alguma coisa.

Logo, devemos ver esperança, onde há desespero e nada melhor do que a crise para fazer-nos impulsionar para adquirir novas perspectivas financeiras.

Nós podemos ajudá-lo de duas formas: consultoria de 1 hora e meia com a política da contribuição consciente, veja os detalhes aqui.

A outra forma é através das nossas oficinas, estas estão dirigidas só para mulheres, onde você poderá entrar em contato com outras empresárias, empreendedoras, funcionárias de diversas empresas, pessoas como você, que têm dúvidas e querem melhorar sua qualidade dos serviços prestados de maneira rápida e acolhedora. Veja aqui a 1ª Oficina só para Mulheres e o lançamento da 2ª Oficina só para Mulheres.

A 2ª Oficina vai discorrer sobre três temas atualíssimos:

gestão da informação, planejamento estratégico e liderança.

Nós vamos ter um convidado especial, Ely Edison da Silva Matos, que discorrerá sobre a necessidade da gestão da informação.

Mas o que é isso?

Todas as vezes que você acessa uma correspondência eletrônica pelo seu email, acessa uma página na Internet, salva um documento para enviá-lo posteriormente à alguém, isso faz parte de uma rotina da informação. Imagine que você seja uma empresa de uma pessoa só, ou mesmo, uma funcionária de uma empresa, que ao crescer, ao expandir seu negócio, não só receba uma correspondência por dia, mas dez, vinte, cinquenta. Como você faria para gerenciar todas as informações? Como fazer que suas funcionárias(os) possam ter todas as informações que precisam para vender um produto ou promovê-lo? Veja que não se trata somente de responder as mensagens, mas também para transformar essa informação em valor vital para seu negócio.

Desta forma, a gestão da informação vai de encontro a essa necessidade de organizar a informação de maneira que ela possa ser armazenada, recuperada e acessada quantas vezes for necessário para que sua empresa se desenvolva e atenda seus clientes e fornecedores com presteza e conhecimento.

Outro tema será a liderança.

Muito se diz sobre isso, mas pouco se fala que o melhor líder é aquele que abre espaço para seus colegas decidirem por si mesmos e inovarem. Além de fortalecer a rede de amizade e confiança, auxilia a empresa a melhorar suas rotinas internas.

Nós criamos um círculo de apoio na ONG Lean In, que tem por objetivo empoderar a mulher para alcançar cargos de confiança e poderem dar seus próprios passos na gerência e estratégias da empresa, na política ou na sociedade. Assim, segundo pesquisas feitas nos EUA, quando a mulher está na liderança, os companheiros desconfiam da sua capacidade, muitas vezes taxando-a de antipática e dominadora. Como fazer para vencer essas barreiras?

O planejamento estratégico é uma metodologia administrativa empresarial que busca entender a posição atual da empresa.

Considera o ambiente externo e interno, a fim de estabelecer metas, objetivos e ações necessárias para chegar a uma posição almejada no futuro. Todo esse processo deve ser alinhado e arquitetado com a missão, visão e valores da organização. O planejamento deve ser estabelecido de modo verdadeiro com uma análise crítica coerente, de modo que toda a sua execução seja realizada para atender a maximização dos resultados e minimizando incertezas que possam afetar a organização. Tudo isso buscando princípios de eficiência, eficácia e efetividade e qual a diferença entre estes e porque são importantes?

Tudo isso poderá ser aprendido em nossa oficina, que tem por objetivo fazer algumas práticas para fixar melhor nas mentes das nossas participantes.

Então, você que precisa de descobrir seu verdadeiro negócio, que quer se apaixonar pelo que faz e nunca mais ter que baixar a cabeça no momento de ter uma ideia, venha conversar conosco e trocar ideias.

Acreditamos que Pensar é Inovar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *